Acervo Mesoamericano

A percepção do passado na tradição histórica indígena em documento Quiché e Cakchiquel



Show simple item record

dc.contributor.author Monte, Karina Aparecida Avelino
dc.date.accessioned 2016-02-04T23:10:26Z
dc.date.available 2016-02-04T23:10:26Z
dc.date.issued 2016-02-04
dc.identifier.uri http://acervomesoamericano.org/handle/AM/72
dc.description Monografia de graduação em história. en_US
dc.description.abstract A presente pesquisa tem como tema central a sobrevivência da tradição histórica indígena durante o período colonial. Para o desenvolvimento deste estudo, utilizamos dois documentos de grupos étnicos maias distintos da região das Terras Altas da Guatemala: o Memorial de Sololá, elaborado em uma comunidade cakchiquel, e o Título de los Señores de Totonicapán, de uma comunidade quiché. Nosso objetivo com esses documentos foi traçar, através da percepção de passado, quais elementos da tradição histórica indígena se fizeram importantes para dar legitimidade às histórias e às linhagens governantes frente aos espanhóis e às demais comunidades maias durante o período colonial. A partir da análise compreendemos que alguns mecanismos de legitimidade usados pela tradição pré-colombiana ainda se faziam presentes nos documentos reelaborados no período colonial. Foi possível perceber também que tanto os grupos maias quanto os grupos mexicas compartilhavam elementos legitimadores para justificar o poder de sua elite governante e posse de seu território. en_US
dc.language.iso other en_US
dc.publisher Acervo Mesoamericano en_US
dc.subject América espanhola en_US
dc.subject Guatemala en_US
dc.subject Maias en_US
dc.subject Tradição indígena en_US
dc.title A percepção do passado na tradição histórica indígena em documento Quiché e Cakchiquel en_US
dc.type Thesis en_US


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search Acervo


Browse

My Account